LER

Leitura e Escrita - Recursos


Plano Nacional de Leitura


Fruto de uma parceria entre o EDULOG e o Plano Nacional de Leitura, o projeto LER pretende contribuir para a melhoria do desempenho na leitura e na escrita mediante a criação de uma plataforma digital de recursos educativos.

Coordenação Científica

José Morais


jul 2018

36 meses

9 investigadores


Sumário

O Projeto “LER: Leitura e Escrita - Recursos” pretende contribuir para a melhoria do desempenho na leitura e escrita.

No seu dia-a-dia, educadores e professores têm de escolher a abordagem que julgam mais eficaz para ensinar a ler e escrever, mas há inúmeras barreiras que dificultam uma tomada de decisão informada: há muita informação, dispersa por múltiplas fontes; uma significativa parte das pesquisas relevantes são divulgadas estritamente em publicações académica e científicas; os conceitos científicos, modelos teóricos e dados nem sempre são fáceis de interpretar.

Este projeto propõe-se aproximar a ciência à prática pedagógica. Através dele vamos agregar, organizar e traduzir informação e, sempre que possível, avançar com recomendações baseadas em evidências. Vamos mobilizar e congregar o esforço de peritos, educadores e professores, e juntos comunicar de forma clara e intuitiva. Queremos ajudar a melhorar a forma como se ensina a ler e a escrever.


equipa de investigação


estado de desenvolvimento

Desenvolvimento da plataforma

Seleção, edição e publicação de conteúdos

Implementação da fase piloto

Evolução do Projeto


sobre o projeto

Título do Projeto

LER: Leitura e Escrita - Recursos


Identificação dos proponentes

Teresa Calçada
Comissária do Plano Nacional de Leitura

Elsa Conde
Sub-Comissária do Plano Nacional de Leitura

Luísa Dinis
Membro da equipa coordenadora do Projeto (Plano Nacional de Leitura)

José Carlos Morais
Coordenador científico do Projeto


O Plano Nacional de Leitura, lançado em 2006, por iniciativa do XVII Governo Constitucional, constitui uma resposta institucional à preocupação com os níveis de literacia da população em geral e, em particular, dos jovens. 

Para 2017-2027 (PNL 2027) o PNL deve apoiar e fomentar programas especialmente vocacionados para favorecer a integração social através da leitura, em diferentes suportes; a formação dos diferentes segmentos da população - crianças, jovens e adultos; a inclusão de pessoas com necessidades específicas; o desenvolvimento articulado de uma cultura científica, literária e artística; e, ainda, o acesso ao saber e à cultura com recurso às tecnologias de informação e comunicação.